Apologética



Testemunhas de Jeová - Parte IV – Mudanças doutrinárias


Os ensinos das TJs são comparados a produtos perecíveis de supermercados com tempo de validade limitado. Depois de certo tempo devem ser descartados: está com o prazo de validade vencido. As TJs afirmam que em 1914, ‘investido de poder do Reino’, Jesus encontrou a classe do escravo fiel e discreto e desde 1914, milhões de pessoas têm aceitado o alimento que eles provêem... Entretanto, tal alimento com pouco tempo de duração, fica logo estragado. A verdade de Deus, porém é imutável (Ml 3.6; Hb 13.8).

Vejamos algumas mudanças doutrinárias que há um tempo foram consideradas fundamentais a hoje foram descartadas:

O Povo de Sodoma Irá Ressuscitar?

Declaração:

Não, disse o escravo no livro “Do Paraíso Perdido ao Paraíso Recuperado”, p. 236, edição 1959.

Contradição

Sim, disse o escravo no livro “Poderá Viver Para Sempre no Paraíso na Terra”. Sociedade Torre de Vigia e Tratados, p. 179, edição 1983.

Contradição

Não, disse o escravo no livro com o mesmo título, p. 179, edição de 1989.

Estão Sendo Separadas as Ovelhas dos Cabritos a Partir de 1914?

Declaração:

Sim, disse o escravo no livro “Poderá Viver Para Sempre no Paraíso na Terra”. Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados, 1983, p. 183/23.

Contradição

Não, disse o escravo na A Sentinela de 15-10-1995, p. 19/4.

Interpretação de Lucas 16.19-31

Declaração:

Na página 31 do folheto Inferno, declaram que: o homem rico representa a nação de Israel. Lázaro representa os gentios.

Contradição:

Nas páginas 368 e 369 do livro “Novo Mundo”, afirmam que: o homem rico representa o grupo dos amigos de Jó e Lázaro, a classe de Jó.

Contradição:

Na página 79 do livro “Seja Deus Verdadeiro”, asseveram que: o homem rico representa a classe dos clérigos, e Lázaro, o resto do corpo de Cristo.

Religião

Declaração:

Uma só religião verdadeira. É somente lógico que haja uma só religião verdadeira (“Poderá Viver Para Sempre no Paraíso na Terra.” Sociedade Torre de Vigia a Tratados, 1983, p. 190/19).

Contradição:

Toda a religião se originou com o diabo e seus demônios associados que a impõem ao povo, sendo o seu propósito desviar de Deus o povo e destruí-lo completamente (“Filhos”, p. 91).

Não ensinam as TJs que: Mudanças doutrinárias perturbam as pessoas honestas?

Dizem elas: Milhões de pessoas sentem-se abaladas de saber que as coisas que lhes foram ensinadas como sendo vitais para a salvação são agora consideradas pela sua igreja como erradas. Ironizando, fazemos às TJs a pergunta que elas nos fazem, Não ficaria inclinado a questionar outros ensinos desse ‘escravo fiel e discreto ??!! (“A Sentinela”, 8-10-1970, pp. 8-9).

O caso piora quando lemos a declaração das TJs que Não pode haver duas verdades, quando uma não concorda com a outra (“Poderá Viver Para Sempre no Paraíso na Terra.” Sociedade Torre de Vigia e Tratados, 1983, p. 32/19).

Quem irá confiar em mestres que fazem afirmações caprichosas e sem fundamento, e que hoje ensinam o contrário do que disseram ontem?


  • Leia também

    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso Teologia Online Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2020 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados