Apologética



Catolicismo - Os Livros Apócrifos – Parte III


Os livros apócrifos nunca fizeram parte do Cânon Sagrado dos judeus, isto é, na Bíblia hebraica, até hoje. Esses livros e alguns outros aparecem na Septuaginta. A Bíblia hebraica, ainda hoje, está dividida em três partes: Lei, Hagiógrafos (Escritos Sagrados) e Profetas. Segundo Josefo, era essa a divisão da Bíblia do primeiro século. Essa mesma divisão aparece em Lucas 24.44, sendo que Salmos representam os Hagiógrafos. Nesse Cânon não constam os apócrifos.

A palavra apócrifo vem do grego apochriphos e significava escondido, impuro, espúrio (não legítimo). Em 1546, o Concílio de Trento, convocado pela Igreja Católica, oficializou definitivamente a inclusão, na Bíblia, de sete livros e quatro acréscimos aos livros canônicos, como seguem: Tobias, Judite, Sabedoria de Salomão, Eclesiástico, Baruque, 1 e 2 Macabeus.

I. ACRÉSCIMO

Ao livro de Ester (10.4;16.24); Cântico dos três Santos Filhos ao livro de Daniel, de (3.24-90); História de Suzana ao livro de Daniel (capítulo 13); Bel e o Dragão ao livro de Daniel (capítulo 14).

Esses livros e acréscimos foram denominados de deuterocanônicos: (segundo cânon) pelo referido Concílio, para dar-lhes a legitimidade que até então não possuíam. A primeira edição da Bíblia católico-romana com os apócrifos deu-se em 1592, com autorização do papa Clemente VIII.

2. DIFERENÇAS DE NOMES DOS LIVROS

A lista dos livros da Bíblia Católica comporta 46 (45, se contarmos Jeremias a Lamentações juntos) escritos para o Antigo Testamento a 27 para o Novo:

1. — Gênesis 24. — Provérbios

2. — Exodo 25. — Eclesiastes (ou Coélet)

3. — Levítico 26. — Cântico dos Cânticos

4. — Números 27. — Sabedoria

5. — Deuteronômio 28. — Eclesiástico (ou Sirácida)

6. — Josué 29. — Isaías

7. — Juízes 30. — Jeremias

8. — Rute 31. — Lamentações

9. —1 Samuel 32. — Baruc

10. — 2 Samuel 33. — Ezequiel

11. — 1 Reis 34. — Daniel

12. — 2 Reis 35. — Oséias

13. — 1 Crônicas 36. —Joel

14. — 2 Crônicas 37. — Amós

15. — Esdras 38. — Abadias

16. — Neemias 39. — Jonas

17. —Tobias 40. — Miquéias

18. — Judite 41. — Naum

19.— Ester 42. — Habacuc

20. — 1 Macabeus 43. — Sofonias

21. — 2 Macabeus 44. — Ageu

22. — Jó 45. — Zacarias

23. — Salmos 46. — Malaquias

(“Catecismo da Igreja Católica” , Edição Típica Vaticana, Editora Vozes a Edições Loiola, SP 1999, p. 43).

Portanto, a Bíblia católica tem 46 livros no Antigo Testamento (7 apócrifos) a 27 no Novo Testamento, perfazendo um total de 73 livros, diferentemente da Bíblia protestante, que tem 39 livros no Antigo Testamento a 27 no Novo Testamento, somando 66 livros.

Em algumas edições católicas há diferenças de nomes dos livros:

Edição Católica Edição Protestante

1 Reis 1 Samuel

2 Reis 2 Samuel

3 Reis 1 Reis

4 Reis 2 Reis

1 Paralipômenos 1 Crônicas

2 Paralipômenos 2 Crônicas

1 Esdras Esdras

2 Esdras Neemias


  • Leia também


    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia

    © 2017 - 2020 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados.

    Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com