Apologética



Mormonismo – Os Negros - Parte XVI


Por muito tempo os mórmons ensinaram que todas as pessoas de descendência negra eram inferiores e amaldiçoadas por Deus por causa dos pecados cometidos antes do seu próprio nascimento:

Pois eis que o Senhor amaldiçoará a terra com muito calor e a sua esterilidade continuará para sempre; e uma cor negra desceu sobre todos os filhos de Canaã, de modo que foram desprezados dentre todos os povos.

E Enoque também viu os remanescentes do povo que eram os filhos de Adão; e era uma mistura de toda a semente de Adão, exceto a de Caim, pois a semente de Caim era negra e não tinha lugar entre eles (Moisés 7.8,22 – “A Pérola de Grande Valor”, edição 1997 – pp. 23,25).

Posteriormente, os descendentes dos Israelitas, por causa da sua rebelião e iniqüidade, foram amaldiçoados com a pele negra. São chamados de Lamanitas:

E ele fez cair a maldição sobre eles, sim, uma dolorosa maldição por causa de suas iniqüidades. Pois tinham endurecido seus corações contra ele de tal modo que pareciam de pedra; e por serem brancos, notavelmente formosos e graciosos, e para que não seduzissem a meu povo; o Senhor Deus fez com que sua pele se tornasse escura (2 Nefi 5.21 –“Livro de Mórmon” – p. 81, edição 1951).

São chamados de lamanitas os índios norte-americanos. Quando os lamanitas se convertessem eles se tornariam brancos e iguais à pele dos nefitas que são os bons israelitas.

Portanto todos os lamanitas convertidos ao Senhor se uniram a seus irmãos, os nefitas; e viram-se obrigados a pegar em armas contra os ladrões de Gadiantom, pela segurança de suas vidas e de suas mulheres e filhos; sim, e também para garantir seus direitos e os privilégios de sua igreja e de sua adoração e sua independência e sua liberdade.

E aconteceu que antes de terminar o décimo terceiro ano, viram-se os nefitas ameaçados de completa destruição em virtude desta guerra que se havia tornado extremamente séria.

E aconteceu que os lamanitas que se haviam unido aos nefitas foram contados com os nefitas (3 Nefi 2.12-13).

E a maldição foi retirada deles e sua pele tornou-se branca como a dos nefitas;

E seus filhos e filhas tornaram-se sumamente belos e foram contados com os nefitas, sendo chamados de nefitas. E assim terminou o décimo terceiro ano (2 Nefi 5.15-16 – “Livro de Mórmon” – p. 479, edição 1951).

A ORIGEM DOS ÍNDIOS NORTE-AMERICANOS

Porém, havia muitos nefitas agrupados que não foram destruídos no conflito final, e estes (com possíveis exceções) se entrosaram desde então com os lamanitas, as pessoas sendo resultantes disto são para o mundo os índios norte-americanos (1 Nefi 13:30; 2 Nefi. 3.1-3; 9:53; Alma 45:13-14; “Doutrina e Convênios” 3:16-19) (“Mórmon Doctrine” – p. 529, edição 1979, Bruce R. McConkie, editora Bookcraft).

Resposta Apologética:

Se é assim como contam os mórmons que ao se converterem tiveram a cor de suas peles mudadas, perguntamos: Por que os negros ao se converterem ao mormonismo hoje não têm sua cor de pele mudada como declara o “Livro de Mórmon”?

Através de Cão (nome que significa negro), o sangue dos cananeus foi preservado através do dilúvio, pois ele casou-se com Egyptus, uma descendente de Caim... Negros são, portanto, descendente de Cão, o qual foi também amaldiçoado, aparentemente, por casar-se com a linhagem proibida (“Mórmon Doctrine” – p. 343, edição 1979, Bruce R. McConkie, editora Bookcraft).


  • Leia também

    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso Teologia Online Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2020 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados