Apologética



Igreja Messiânica – Parte 02 – Os Principais Líderes


2.1 – MOKITI OKADA (MEISHU-SAMA)

O mestre Mokiti Okada nasceu no dia 23 de dezembro de 1882 em Assakussi, Tóquio, Japão, e morreu em fevereiro de 1995. Ateu a princípio, recusava-se a visitar templos. No ano de 1923, quando residia em Omori, Tóquio, passou por uma grande mudança na maneira de ver a vida. Depois de muito sofrimento, procurou a verdade na religião Omoto, desligando-se dela em 1934. A maior revelação de que se dá conta, no entanto, ocorreu a partir do fim de dezembro de 1936, quando recebeu supostamente revelações de Deus. Narrou-as da seguinte forma: Por volta das 24 horas, num dia do mês de dezembro de 1936, ocorreu-me uma sensação muito estranha na mente, jamais experimentada. Ao mesmo tempo em que a experimentava, sentia-me induzido a falar. Mesmo desejando deter este impulso, não conseguia. Uma insuportável força me compelia de dentro para fora. Não podendo resistir a ela, deixei-a expressar-se livremente; as primeiras palavras foram: Prepare papel e tinta. Pedi a minha esposa que assim procedesse, depois disto as palavras brotavam, ininterrupta e compassadamente, sobre fatos surpreendentes. Primeiramente, relatos que podiam ser chamados de história do tempo primitivo no Japão. Era o registro da formação do Japão, 500 mil anos antes...

Recebeu revelações de profundos interesses sobre a história da humanidade de até seis mil anos antes, tais como a vida humana desta época e a metamorfose da estrutura da crosta terrestre. Relata que o período dessa revelação durou cerca de três meses, chegando a narração da mesma a preencher de 300 a 400 folhas de papel carta.

2.1.1 – ALGUMAS DECLARAÇÕES ACERCA DE MOKITI OKADA (MEISHU-SAMA):

a) Meishu-Sama disse: Eu sou o homem que salva o próximo. Dessa forma, ele outorga a todas as pessoas a eterna força absoluta, igual à força divina. Mestre ou fundador da religião que outorgou às outras pessoas a força que faz revelar o milagre. Não houve outro milagre semelhante a não ser Cristo, que outorgou sua força aos doze discípulos (“Apostila para Aula de Iniciação”, p. 23, aula 4).

b) Meishu-Sama como fonte principal para a salvação. Estando em total comunhão com Deus, Meishu-Sama prossegue a obra divina mesmo depois de sua ascensão. Tanto o plano divino como os milagres são manifestados por Deus a Meishu-Sama. O solo sagrado da sede geral é o lugar onde Deus toma assento e, ao mesmo tempo, o lugar onde Meishu-Sama planejou e construiu o protótipo do paraíso terrestre. Podemos dizer pois, que é o próprio corpo de Meishu-Sama. Toda obra de salvação é oriunda de Deus a Meishu-Sama, tendo o solo sagrado como fonte primordial (“Apostila para Aula de Iniciação”, p. 24, aula 4).

c) Quem sou eu?Não sou humano sendo humano; não sou Deus, sendo Deus. Eu crio o homem que salva o homem, manifestando agora milagres como os de Cristo (“Igreja Messiânica Mundial”, dezembro/1980).

d) Pode-se até orar a Meishu-Sama: Peço a Deus e a MeiShu-Sama que enviem um ramo de luz para aliviar este sofrimento possibilitando que esta pessoa sirva na obra divina o mais rápido possível (Texto Impresso nos Pedidos de Graças da IMM).2.1.2 – TOMANDO TÍTULOS EXCLUSIVOS DE CRISTO

Um pecado grave de Meishu-Sama é tomar para si títulos exclusivos de Jesus, tais como Salvador, igualando-se a Ele quando se afirma: Não houve outro caso semelhante a não ser Cristo, que outorgou sua força aos doze discípulos. Denomina-se a Fonte Principal para a Salvação e afirma que toda obra de salvação é oriunda de Deus a Meishu-Sama.

2.1.3 ORAÇÃO SEGUNDO AS ESCRITURAS

a) Segundo a Bíblia é ao Deus único que devemos dirigir nossa oração: Ó tu, que ouves as orações, a ti virá toda a carne (Sl 65.2). O Senhor, Senhor nosso, quão admirável é o teu nome em toda a terra, pois puseste a tua glória sobre os céus! (Sl 8.1). Olhai para mim, e sereis salvos, vós, todos os termos da terra; porque eu sou Deus, e não há outro (Is 45.22).

b) Quando feita no nome de Jesus, ela se torna aceitável a Deus: E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no filho. Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei (Jo 14.13-14). E ainda: Até agora nada pedistes em meu nome; pedi, e recebereis, para que o vosso gozo se cumpra (Jo 16.24; cf.16.25-28).

c) Nada nos impede de dirigir a oração igualmente a Jesus, visto que Ele e o Pai são um: E apedrejaram a Estêvão que em invocação dizia: Senhor Jesus, recebe o meu espírito (At 7.59); A igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus, chamados santos, com todos os que em todo lugar invocam o nome do nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso (1 Co 1.2).

d) A resposta à oração pode ser condicional, daí a necessidade de harmonizarmos nossa vida aos princípios da Palavra de Deus, dentre os quais se destaca a exclusividade da salvação: E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do sol nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devemos ser salvos (At 4.12).

2.2 – IOSHI OKADA (NIDAI-SAMA)

Depois que Meishu-Sama morreu, em fevereiro de 1955, sua esposa, Yoshi 0kada (Nidai-Sama), o sucedeu. Ela, a segunda líder mundial, exerceu a direção da IMM entre 30 de março de 1955 a 24 de janeiro de 1962, quando morreu. Sua atividade mais importante foi a construção do Altar do Supremo Deus, o eixo fundamental da Obra Divina, inaugurado em 1961.

2.3 IOTSUKI OKATA ( YOSHU-SAMA)

Iotsuki 0kada é a terceira líder da IMM e sua atual Suprema Autoridade Espiritual. É considerada a papisa da igreja.


  • Leia também

    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2020 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados


    Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com