Apologética



Maçonaria – Parte 08 – Símbolos da Maçonaria e o Ocultismo


O Esquadro: simboliza a moralidade.

O Compasso: que traz algumas vezes um G maiúsculo no meio: simboliza a espiritualidade; para a maioria dos maçons o G representa Deus como Geômetra e para outros representa o gnosticismo.

A Estrela A amejante (Pentagrama): Tem cinco pontas, talvez remonte aos pitagóricos, cujo número sagrado (como o dos maçons) era cinco.

Representa o termo ideal da conjunção perfeita das duas polaridades opostas: feminina e masculina.

O Nível: Representa a igualdade – todos os homens devem ser nivelados no mesmo plano.

O Prumo: Indica que o maçom deve ser reto no julgamento, sem se deixar dominar pelo interesse, nem pela afeição.

O Sol: É a fonte da vida, a positividade da existência do homem.

O Avental: Usado por todos os maçons durante as sessões. Representa a pureza, a inocência.

A Espada: É o símbolo da igualdade, da justiça e da honra. Corresponde à consciência e à presença divina na construção do templo.

As Colunas: São três as colunas no templo maçônico. Uma significa o masculino, a força; a outra, o feminino, a beleza; e a terceira, a sabedoria.


  • Leia também


    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia

    ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Caixa Postal 64.098 - CEP 22011-970 - Rio de Janeiro - RJ. CNPJ 08.987.618/0001-07

    © 2017 - 2020. Todos os direitos reservados.

    Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com