Apologética



Judaísmo – Parte 01 - Introdução


O termo judaísmo deriva-se da palavra Judá. Para todos os propósitos práticos, pois Judá tornou-se a nação de Israel. E então os termos judeu a israelita tornaram-se intercambiáveis. Isto posto, o termo judaísmo vem a designar tudo quanto diz respeito a Israel. A história judaica, a sociedade judaica, a sua forma específica de governo (teocracia), e as crenças e costumes religiosos fazem parte do que se chama judaísmo. Dentro do próprio judaísmo desenvolveu-se todo um conjunto de idéias filosóficas, embora o judaísmo não fosse especificamente, uma filosofia.

Com um grupo de fiéis espalhados pelo mundo todo e sempre na berlinda de movimentos históricos dramáticos, o judaísmo é berço das mais importantes tradições religiosas: Cristianismo e o Islamismo. Pela primeira vez na História revela-se e constitui seu próprio povo, falando com ele por intermédio de líderes e profetas, cujas palavras ecoam vivas e atuais. Cinco deles têm importância fundamental: Abraão, que obedeceu à ordem de deixar tudo e partir para a Terra Prometida: ora, o Senhor disse a Abraão: Sai-te da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei (Gênesis 12.1), tornando-se assim Pai do povo Escolhido; os patriarcas Isaac e Jacó (este pai das 12 tribos de Israel); Moisés, instrumento da aliança feita no monte Sinai, que introduziu a lei, e Davi.


  • Leia também

    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2020 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados


    Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com