Apologética



Racionalismo Cristão – Parte 05 – A Bíblia


Na Bíblia, todos o sabem, foram alterados diversos textos originais, com o fim de favorecer a um vantajoso sistema capaz de propiciar fundos suficientes para o sustento da legião sacerdotal, mantenedora do sistema. Para provar a alteração de textos originais é citado o seguinte: Durante muitos séculos... as seitas religiosas que introduziram na Bíblia este versículo repleto de malícia: Bem-aventurados os pobres de espírito, porque dos tais é o reino dos céus (“Racionalismo Cristão”. Centro Redentor, 30a edição,1976, p. 59-60). Para provar que a Bíblia não é repelida simplesmente porque se alega textos originais alterados, fala-se da Bíblia nos seguintes termos: Veja-se como esta revelação da vida (os ensinos racionais), transmitida ao conhecimento humano, é diferente da que as seitas sectaristas apresentam, cheia de incoerências, absurdos e contradições, porque baseada nas sandices bíblicas... (“Racionalismo Cristão”. Centro Redentor, 30a edição, 1976, p. 163).

Resposta Apologética:

Quem diria, o texto de Mt 5.3 é espúrio! Alguém já leu algo de Mt 5.3 ser um texto espúrio? Qual o erudito no grego que apontou esse texto como espúrio? E uma afirmação própria de alguém que desconhece inteiramente do que está falando. É realmente um versículo repleto de malícia? Ser pobre de espírito significa ser cônscio de sua necessidade espiritual e não como interpretam os espíritas racionalistas. Enquanto afirmam que esse texto é espúrio, perguntam: Por que Jesus, o Cristo, ensinava: ‘Não as faças que as pagas?’ Alguém que conheça a Bíblia já leu isso alguma vez, Jesus dizendo: Não as faças que as pagas? Os racionalistas cristãos deviam pelo menos ler uma vez a Bíblia antes de começarem a falar dela. Falam do que não entendem. Deviam ser mais cristãos e menos racionalistas. Que incoerências registra a Bíblia? Quais são os absurdos e contradições? Sandices bíblicas onde na Bíblia? Ao contrário dessas afirmações absurdas e não provadas, devemos ter presente o que diz Hb 4.12: Porque a Palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até o ponto de dividir alma e espírito, e apta para discernir os pensamentos a propósitos do coração.

Da forma como Jesus se dirigiu aos seus contemporâneos dizendo: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus (Mt 22.29), nós podemos dizer para os racionalistas que eles falam da Bíblia sem conhecê-la. Este povo se aproxima de mim com a sua boca e me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim. Mas em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos dos homens (Mt 15.8-9). Se fosse preceito dos homens os ensinos dos racionalistas ainda não seriam tão perniciosos, mas podemos ir um pouco além a dizermos que se tratam de ensinos de demônios.


  • Leia também


    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2020 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados


    Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com