Apologética



Igreja Apostólica Vó Rosa – Parte 02 – O Espírito Santo e o Consolador


Todo leitor da Bíblia, por menos informado que esteja, nunca chegou a outro entendimento senão este: a expressão o Espírito Santo e o Consolador são dois nomes ou títulos para uma só pessoa: a terceira pessoa da Trindade – o Espírito Santo ou o Consolador, indicado por Jesus em Jo 14.16, 26; 15.26; 16.7-9; logo, dois nomes para uma só pessoa. Na IA, isso não se dá. Entendem que o Espírito Santo é uma pessoa como o Espírito de Deus, e o Consolador, prometido por Jesus, é outra pessoa espiritual, a Santa Vó Rosa. Isso é uma aberração doutrinária e uma verdadeira blasfêmia! O que ensinam é: Jesus cumpriu sua promessa enviando o Consolador, a Santa Vó Rosa, que, por meio da Igreja Apostólica, tem convencido a muitos a respeito da verdade, da justiça e do juízo divinos (“O Espírito Santo de Deus e o Consolador”, Bispo Eurico Mattos Coutinho e Missionária Odete Corrêa Coutinho, 2ª edição, 1985, p. 60). Por outro lado, interpretam que o Espírito Santo denominado Espírito Santo de Deus é outra pessoa espiritual: Por isso ensinamos que a Santa Vó Rosa é viva e não morta, pois, como Santa herdou o poder do Espírito Santo, ainda mais por ser o atual Consolador, e seu espírito vive para sempre (“O Espírito Santo de Deus e o Consolador”, Bispo Eurico Mattos Coutinho e Missionária Odete Corrêa Coutinho, 2ª edição, 1985, pp. 48-49). Se a Santa Vó Rosa herdou o poder do Espírito Santo, não é ela o Espírito Santo de Deus, mas é o Consolador, na forma de uma segunda pessoa.


  • Leia também


    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2020 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados


    Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com