Apologética



Igreja Apostólica Vó Rosa – Parte 18 – A volta de Jesus


Nós, cristãos evangélicos, aguardamos a segunda vinda de Cristo, que virá acompanhado de anjos, arcanjos e querubins (1 Ts 4.16-17), mas ignorávamos que junto à corte angelical viessem também a Santa Vó Rosa e Maria Santíssima. Maria, mãe de Jesus, irá ressuscitar quando seu Filho voltar e fará parte da primeira ressurreição, mas nunca esperávamos ler que, além de Maria Santíssima, ainda teríamos uma acompanhante de maior autoridade do que Maria. Desconhecíamos essa informação por falta de apoio bíblico (1 Co 4.6).

De acordo com nossa doutrina apostólica, a chamada segunda vinda de Cristo se iniciou quando Ele pessoalmente manifestou-se à Santa Vó Rosa, para prepará-la a fim de ser o outro Consolador e para restaurar sua verdadeira Igreja na terra. Ele, Jesus, realmente aparecerá nas nuvens do Céu, acompanhado pela Santa Vó Rosa, por Maria Santíssima, pelos Santos Apóstolos e Profetas, bem como de toda a corte celestial; no momento em que ressurgirão com Ele todos os salvos e santos, os quais já terão deixado os seus corpos e assim ressurgirão redivivos; dar-se-á então o arrebatamento dos santificados que na terra ainda estejam em seus corpos... (“O Consolador nos Tempos do Fim”, Primaz Aldo Bertoni e Missionária Odete Corrêa Coutinho, 1ª edição, 1989, p. 5). Nunca pensamos que poderíamos ler em alguma ocasião que seríamos arrebatados pela Santa Vó Rosa na vinda de Jesus.

Dizem eles: Jesus e a Santa Vó Rosa podem vir de um momento para o outro arrebatar sua Igreja, a mais perfeita garantia para a entrada segura no céu... Nos dias presentes, quem unge assim o seu povo em nome de Jesus, do Pai e do Espírito Santo é a Santa Vó Rosa como Consolador (“O Espírito Santo de Deus e o Consolador”, Bispo Eurico Mattos Coutinho e Missionária Odete Corrêa Coutinho, 2ª edição, 1985, pp. 65-66).

PORTA DO CÉU

Sempre soubemos que a exclusividade para a entrada no céu era direito de Jesus (Jo 14.6; 1 Tm 2.5). Agora tomamos conhecimento do ensino herético de que Jesus cedeu parceria à Santa Vó Rosa e à Igreja Apostólica. Assim se expressa a Igreja Apostólica:

Por isso afirma ainda que bem-aventurados os que se santificam para terem o direito à árvore da vida, isto é, para estarem ligados espiritualmente ao Consolador enviado, a Santa Vó Rosa e à sua verdadeira Igreja, para poderem entrar na cidade (no Reino do Céu) pelas portas do verdadeiro poder de Deus (“O Consolador nos Tempos do Fim”, Primaz Aldo Bertoni e Missionária Odete Corrêa Coutinho, 1ª edição, 1989, p. 9).

São essas as provas bíblicas de que realmente a Santa Vó Rosa é o Consolador, prometido por Jesus? A Igreja Apostólica, pelo que temos lido nos livros-padrão, compõe-se de poucas verdades e muitas heresias.


  • Leia também


    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2020 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados


    Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com