Apologética



Igreja Seicho-No-Ie – Parte 09 – Outros ensinos peculiares


9.1 – CULTO AOS ANTEPASSADOS

As doenças dos ossos, sobretudo as da coluna, têm como causa o problema de relacionamento com os antepassados. Deve efetuar culto aos antepassados com sincera dedicação. É fundamental que o culto aos antepassados seja feito com sincero sentimento de gratidão (“Fonte de Luz”, Associação dos Moços da Seicho-No-Ie no Brasil. Ano 29, 1993, nº 278, p. 37).

Recomenda a Seicho-No-Ie: Cultuemos também os filhos ou netos que morreram precocemente, oferecendo-lhes diariamente a leitura da Sutra Sagrada, Chuva de Néctar da Verdade ou Palavras do Anjo. Se possível, devemos determinar um horário fixo para, diante dos espíritos dos antepassados (em frente a um oratório), evocá-los (“Fonte de Luz”, Associação dos Moços da Seicho-No-ie no Brasil. Ano 29, 1993, nº 286, p. 9). A Seicho-No-Ie recomenda então o seguinte: Quando a família for constituída por um casal e filhos, deve-se evocar os antepassados de quatro famílias: primeiramente, evocam-se os antepassados das famílias do pai e da mãe do marido: Ó almas dos antepassados da Família; Ó almas dos antepassados da Família. A seguir, evocam-se os antepassados das famílias do pai e da mãe da esposa. Depois, deve-se pronunciar, um por um, o nome dos parentes falecidos há menos de 50 anos. Deve-se, então, chamando pelo nome essas pessoas falecidas, dizer: Ó alma de fulano de tal (“Fonte de Luz”, Associação dos Moços da Seicho-No-Ie no Brasil. Ano 29, 1993, nº 286, p. 10).

Resposta Apologética:

Pela Bíblia, sabemos que os mortos não se comunicam com os vivos. Quando, pois, vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os adivinhos, que chilreiam e murmuram: Porventura não consultará o povo a seu Deus? À Lei e ao Testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra é porque não há luz neles (Is 8.19-20). Têm os mortos consciência do que ocorre em torno deles no lugar onde estão: os cristãos ficam com Cristo no céu (2 Co 5.6-8; Fp 1.21-23); os descrentes ficam no Hades até o dia do Juízo Final, quando de lá sairão para o lago de fogo ou Geena (Lc 16.22-25; Ap 20.11-15). Nada sabem do que ocorre na terra (Hb 9.27). Devemos ter respeito pelos nossos parentes enquanto vivos, mas não há possibilidade de que eles nos ajudem ou prejudiquem depois da morte.

9.2 – CARMA

Ensinam: Se uma criança nasce com algum problema, a causa não está somente na criança, mas também no carma dos pais. Os espíritos procuram eliminar os pecados através dos sofrimentos (“Fonte de Luz”, Associação dos Moços da Seicho-No-Ie no Brasil. Ano 29, 1993, nº 284, p. 36).

Efetue diariamente o culto aos antepassados, acreditando que com isso o seu carma do passado se extinguirá (“Fonte de Luz”, Associação dos Moços da Seicho-No-Ie no Brasil. Ano 29, 1993, nº 278, p. 37).

Resposta Apologética:

Queremos que nossos filhos e netos mostrem respeito e admiração por nós enquanto vivemos, mas nada valem homenagens prestadas após a nossa morte (Ef 6.2-3; Pv 23.22; 1 Tm 5.4). Devemos prestar culto a Deus e a Jesus Cristo, Seu Filho (Ap 5.11-13).

9.3 – PESSOAS MÁS NÃO EXISTEM

Ensinam: E então poderemos perceber que neste mundo criado por Deus jamais existem pessoas más (“Acendedor”, Associação dos Moços da Seicho-No-Ie no Brasil. Ano 9, 1973, nº 31, p. 9).

Resposta Apologética:

Dizer isso é ignorar a história dos grandes criminosos como Nero, Hitler, Stalin e outros que se notabilizaram pelas suas crueldades. Parece incrível! Diante de tanta maldade humana hoje existente, e muito mais à medida que a vinda de Cristo se avizinha que ouse alguém afirmar que não existem pessoas más. Isso é ridículo! Como está escrito: Não há um justo, nem um sequer. Não há ninguém que entenda; não há ninguém que busque a Deus. Todos se extraviaram, e juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há nem um só (Rm 3.10-12; Mt 24.12,37-39; 2 Tm 3.1-6).

9.4 – SATANÁS (OU DIABO) E INFERNO NÃO EXISTEM

Ensina a Seicho-No-Ie:

PERGUNTA: Na doutrina da Seicho-no-Ie existe Satanás, diabo ou inferno?

Resposta: Satanás ou diabo e inferno não são existências verdadeiras, porque Deus não os criou. Como poderia Deus criar o diabo ou o inferno? Ele não faria isso (“Fonte de Luz”, Associação dos Moços da Seicho-No-Ie no Brasil. Ano 28, 1992, nº 275, p. 39).

Resposta Apologética:

Na realidade, quando Deus criou o mundo e todas as coisas, Ele viu que tudo quanto tinha feito era muito bom (Gn 1.31), mas, o homem, por livre-arbítrio, escolheu dar ouvidos à voz da serpente e caiu em pecado. Pelo pecado a morte passou a todos os homens porque todos pecaram (Rm 5.12). A solução para o pecado do homem veio com Jesus Cristo, que, sendo Deus (Jo 1.1) se fez homem (Jo 1.14) e para nos livrar da condenação morreu por nós trazendo-nos a salvação (Tt 2.11-14). O homem é responsável por aceitar ou recusar a salvação gratuita na pessoa de Jesus Cristo. Quem crer em Cristo e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado (Mc 16.15-16). Jesus falou do céu (Jo 14.2-3), mas também falou do inferno como lugar preparado para o diabo e seus anjos (Mt 25.41). No entanto, o homem ao ir para o inferno, vai para um lugar que não lhe foi destinado. Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos. E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna (Mt 25.41,46). Como lemos o inferno foi preparado para o diabo e seus anjos. Se o homem vai para lá é por vontade pessoal.

A ironia da Seicho-No-Ie é tanta, que, zombando do inferno, assim se pronuncia: Quem prega: Pecadores, vós caireis no inferno, ele próprio cairá no inferno (“Acendedor”, Associação dos Moços da Seicho-No-Ie no Brasil. Ano 6, 1967, nº 3, p. 38). Ora, como alguém cairá num lugar, que, segundo a Seicho-No-Ie, não existe? Deus não criou um diabo, mas criou um querubim de grande poder e ele se ensoberbeceu e sofreu a queda, pela qual se tornou Satanás (Is 14.12-14; Ez 28.14-16). E depois de tudo o que de mal aconteceu no mundo pelo pecado insuflado de Satanás, outro Querubim – o da Seicho-No-Ie está causando grandes males no mundo com seus ensinos falsos e absurdos.


  • Leia também


    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia

    ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Caixa Postal 64.098 - CEP 22011-970 - Rio de Janeiro - RJ. CNPJ 08.987.618/0001-07

    © 2017 - 2020. Todos os direitos reservados.

    Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com