Apologética



Islamismo – Parte 05 – Práticas do islamismo (DIN)


O Islamismo é um modo de vida que envolve todos os aspectos da existência. Ele cobre os aspectos religiosos, político, social e cultural. Não existe a idéia que nós temos da separação entre a Igreja e o Estado, mas existe o que se chama de pilares do Islamismo. Em geral aceita-se que estes pilares são:

5.1 – TESTEMUNHO OU CONFISSÃO (SHAHADAH)

Eu testifico que não existe outro deus além de Deus, e que Mohammed é o mensageiro de Deus. Recitar isto, crendo no que você está dizendo, o faz um muçulmano.

Isto é recitado no ouvido do recém-nascido. É recitado no ouvido da pessoa que está morrendo. Mérito é acumulado cada vez que se recita essa confissão. Nas orações diárias, repete-se esta confissão mais de 30 vezes.

5.2 – ORAÇÕES FORMAIS (SALAT)

As orações rituais devem ser feitas cinco vezes por dia:

– Ao amanhecer, quando você pode ver um fio branco;

– Ao meio-dia;

– No meio da tarde;

– Ao pôr-do-sol;

– À noite, em algum momento antes de se deitar.

O Salat requer prostrar-se, tocando a testa no chão. Tem de ser feito sem nenhum erro, para que se alcance mérito. Você pode dizer outras vezes, para ganhar mais méritos. Existe outro tipo de oração que se chama dua.

5.3 – DAR ESMOLAS E FAZER CARIDADE (ZAKAT)

Existe uma escala proporcional para o dar.

2,5% das suas entradas financeiras

5% dos produtos agrícolas

10% de todos os bens importados

Isto poder ser dado aos pobres ou para causas religiosas, incluindo a Guerra Santa muçulmana (Jihad). Existe muita controvérsia sobre quem deve coletar estas ofertas.

5.4 – O MÊS DE JEJUM (SAOUM)

É no mês lunar do Ramadan. O jejum tem uma duração de 29 a 30 dias. Jejua-se somente durante o dia. Não se deve comer nem beber desde o nascer até o pôr-do-sol. De noite até o amanhecer, pode-se comer tanto quanto desejado. 1/30 do Alcorão deve ser lido diariamente. Os viajantes, mulheres grávidas, mulheres durante o período menstrual, crianças e enfermos estão isentos.

5.5 – A PEREGRINAÇÃO (HAJJ)

A peregrinação é uma idéia pré-islâmica. O primeiro a mencionar a Ka’aba foi Diodorus Siculus, em 60 a.C.

É obrigatória a peregrinação a Meca, pelo menos uma vez na vida. Uma vez lá, é necessário cumprir as seguintes obrigações:

– Caminhar sete vezes ao redor da Ka’aba.

– Vestir roupas especiais para a ocasião.

– Apedrejar Satanás.

– Relembrar a busca de Hagar por água.

– Viver em tendas nas planícies de Arafat.

– Beijar ou tocar a pedra negra na parede da Ka’aba.

Os que não são muçulmanos estão proibidos de entrar nas áreas santas das cidades de Meca e Medina.

5.6 – A GUERRA SANTA (JIHAD)

A palavra árabe jihad significa lutar por Deus. Isto pode ser interpretado como guerra ou qualquer outra forma militar a favor de Deus, por exemplo, pregando, escrevendo, promovendo melhorias na área educacional etc. Alguns especialistas muçulmanos tentam dizer que este não é um dos pilares do Islamismo.


  • Leia também


    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia

    © 2017 - 2020 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados.

    Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com