Apologética



Meninos de Deus – Parte 09 – História dos Meninos de Deus/Família do Amor


1919 – Nascia David Berg, o fundador da seita em Oakland, Califórnia EUA. Sua mãe era uma evangelista e seu pai um ministro dos discípulos de Cristo.

1950 – Berg trabalhou para uma igreja da Aliança Cristã & Missionária, no Arizona, até que foi forçado a deixá-la por (segundo ele) tentar integrar mexicanos e índios a congregação de brancos.

1964 – Berg inicia seus 13 anos de serviço para Fred jordan, evangelista de Los Angeles, conseguindo espaço na Rádio e TV para seu programa Church in the Home (Igreja no Lar). Eram fundadas Soul Clinics (Clínicas da Alma) no Texas e Flórida.

1968 – Berg e sua esposa Jane, com quatro filhos (Linda, Jonathan, Paul e Faith) mudaram para Huntington Beach, Califórnia, onde começaram o ministério entre os hippies no Light Club (Clube da Luz). O movimento Teens for Christ (Adolescentes para Cristo) ganhava notoriedade por intermédio de manifestações públicas e por interferir nos cultos de outras igrejas.

1969 – Persuadido de que por julgamento divino a Califórnia estava para ser submersa pelo Oceano Pacífico, o grupo – então chamado Revolucionários por Jesus – mudou-se para Tucson, Arizona. Após promoverem um avivamento por toda a cidade, foram convidados a sair pelo pastor Ted Ware, porque condenavam o sistema eclesiástico de todo o mundo. Dividiram-se em quatro grupos e atravessaram o país, indo para Montreal para testemunhar na Exposição Mundial.

– Moisés David Berg escreveu sua primeira Mo Letter (Carta de Mo) para justificar sua rejeição da esposa Jane, ou Mãe Eva, em favor de Maria, sua secretária, com quem começou um romance adulterino enquanto estava em Tucson. Os então chamados Meninos de Deus (COG – Children Of God) viajaram por cidades norte-americanas obtendo cobertura da imprensa e televisão por intermédio de comícios e manifestações públicas.

1970 – Após passarem o inverno na Fazenda Clínica das Almas no Texas, os adeptos voltaram à Califórnia enquanto o Rev. Fred Jordan conseguia facilidades para seus comunas. Aparições no seu programa de televisão resultaram no crescimento de 150 para 500 membros. Berg e Jordan se desentenderam e Jordan mandou os Meninos de Deus para fora de suas propriedades. Berg dividiu seus discípulos em pequenos grupos de não mais do que 12 pessoas e os dispersou pelos Estados Unidos. Quando Berg predisse o julgamento de Deus contra os Estados Unidos da América, centenas de seus seguidores fugiram para a Europa e Ásia para iniciarem novas comunidades (colônias). Berg estabeleceu seu escritório central internacional em Londres.

1971 – Berg retornou aos Estados Unidos, ficando lá secretamente, por um ano e então abandonou definitivamente sua terra natal.

1974 – A Flirty Fishing (F-fing – pescaria por flerte, ou proselitismo por meio de prostituição) substitui a litnessing (distribuição das Cartas de Mo em troca de donativos), passando a ser o principal meio de sustento. O escritório central mudou-se para a Itália.

1975 – Berg interrompe suas atividades na Ilha de Tenerife (Ilhas Canárias) para passar dois meses na Líbia com o ditador Muammar Kadhafi.

1977 – E dito – diversamente – que Berg está em Tenerife, África do Norte e Espanha. Número de membros: seis mil em 800 colônias em mais de 70 países.

1978 – Devido a conflitos internos, regime autoritário de Pai David Berg, proliferação de prostituição e doenças venéreas e ainda dificuldades legais, muitos membros da renomada Família do Amor deixam o movimento. Berg despediu 300 líderes, inclusive sua filha Linda, Rainha Debhie, e o genro John Treadwell. O escritório mundial de literatura mudou para a Suíça (Serviços Mundiais, postfach 241, 8021 Zurich). Dizia-se que Berg estava morando neste mesmo país.

1979 – Não obstante apostasias, Berg alegava 6.700 membros (incluindo 1.800 crianças) em 83 países. Duke Emanuele e sua esposa Rainha Rachel apostataram. Berg exila Jane, a Mãe Eva.

1981– Jane e sua comitiva de 12 discípulos da seita deixaram a Europa (Malta) e voltaram aos Estados Unidos. Berg e muitos discípulos mudaram para a América do Sul.

1984 – Débora Berg Davis, com o marido Bill, publicam o livro The Children of Goda the Inside Story (“Os Meninos de Deus: A História por Dentro”. Linda Berg Davis & Bill Davis. Editora Zondervan Publishing House, 1984, Michigan, EUA), documentando incesto entre seu pai e Faith, a irmã mais nova, entre outras revelações chocantes.

1986 – A Família do Amor tem se espalhado por todas as principais cidades brasileiras, com atividades mais concentradas em São Paulo e Rio de Janeiro. Os adeptos vendem fitas K-7 do Grupo MC – Mágica Celestial, Pôsteres fartamente coloridos sobre o fim do mundo e a Cidade Celestial (ou céu na Terra), e também as revistas Amor É Notícia e Garotada e folhetos da série Histórias Verdadeiras – tudo em nome do amor.

Anos 90 – Berg estando na casa dos 70 anos e com a saúde fraca, Maria assumiu o controle, mas os escritos e ensinos de Mo continuam intactos.

– Investigações constantes ocorreram nos últimos anos com campanhas e mídia do governo contra o movimento. Entre estas, as mais danosas ao grupo foram as da Espanha (1990), Austrália (1992), França (1993) e Argentina (1993), onde as autoridades invadiram Lares da Família e levaram centenas de crianças para a custódia de proteção temporária sob a acusação de abuso sexual, mental e físico.

Com as portas sendo fechadas em muitos países, muitos adeptos estão retornando aos seus países de origem, na América do Norte e Europa Ocidental onde A Família se empenha em tentar limpar seu nome junto às autoridades e opinião pública.


  • Leia também


    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia

    ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Caixa Postal 64.098 - CEP 22011-970 - Rio de Janeiro - RJ. CNPJ 08.987.618/0001-07

    © 2017 - 2020. Todos os direitos reservados.

    Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com