Apologética



Ordem Rosa Cruz – Parte 02 – Origem


Dizem os Rosacruzes que para entendê-los é preciso recuar quatro mil anos em nosso tempo. Dão a origem da sua sociedade ao tempo em que os egípcios ainda transmitiam suas idéias imprimindo sinais herméticos em tijolinhos de barro, forma de escrita antecedente ao papiro.

Nesse mergulho profundo na História surgiram as escolas de sacerdotes e sábios. Com o beneplácito faraônico, as escolas se popularizaram ao surgir a primeira Loja Branca, no início da 18ª Dinastia, no reinado do Faraó Amenófis I.

Coube a Tutmose III organizar a presente estrutura Rosacruz, bem como várias de suas normas e regulamentos. Outro faraó, Amenófis IV, que ficou conhecido pelo nome que adotou mais tarde, Akehnaton (Glória ao sol), além de constrúir templos e impor ao Egito o monoteísmo, adotou o símbolo da cruz ansata (um círculo oval sobre a cruz em forma de T) sobre a qual pousava uma rosa.

A fama das escolas egípcias não demorou a correr por outras nações civilizadas da época, entre elas a Grécia antiga. Frates e Sórores foram enviados para assentar templos no exterior.

Deixando de lado a fantasia de colocar sua origem nos primórdios da História, na verdade, Christian Rosenkreuz é reconhecido como o fundador da Ordem Rosacruz. Nascido em 1375, segundo tradição oculta de sua Ordem, foi enviado muito jovem ainda para um mosteiro situado nas fronteiras da Alemanha com a Áustria, onde se educou e desenvolveu. Rosenkreuz começou depois a viajar e, após percorrer a Alemanha, Austria e Itália, encaminhou-se para o Egito, onde foi bem acolhido pelos irmãos da Loja Egípcia. Ali foi admitido em todos os graus dos mistérios egípcios, então conservados por sucessão direta desde os hierofantes da antigüidade.

Em seu retorno do Egito, fundou a Ordem Rosacruz.

2. I – NA AMÉRICA

A Ordem Rosacruz veio para a América em 1694, por intermédio dos ensinos de JOHANN KELPIUS (1673-1708), estudioso do hermetismo tradicional. Segundo os ciclos, a ordem emudeceu em 1801. Silêncio provavelmente causado pela intolerância religiosa. De qualquer forma, 108 anos depois, em 1909, seus descendentes voltaram a colocar a Ordem na ativa em São José, Califórnia, hoje central dos Rosacruzes.

2.2 – NO BRASIL

No Brasil, a primeira loja foi organizada em 1956 e, prevalecendo o ciclo de 108 anos, deverá estar ativa até 2064. Hoje, os Rosacruzes brasileiros somam 180 mil membros, 60 mil dos quais paulistas. A Loja central de Curitiba, no bairro do Bacacheri, pelas normas da Ordem, centraliza os Rosacruzes de língua portuguesa.


  • Leia também


    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia

    ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Caixa Postal 64.098 - CEP 22011-970 - Rio de Janeiro - RJ. CNPJ 08.987.618/0001-07

    © 2017 - 2020. Todos os direitos reservados.

    Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com