Apologética



Ordem Rosa Cruz – Parte 04 – Tipo de sociedade


Usando artifícios lingüísticos, a Ordem Rosacruz procura negar a sua condição de sociedade religiosa. Teima em afirmar que se trata de uma fraternidade de homens e mulheres sem conotação religiosa.

Os Rosacruzes identificam se como sociedade fraternal, interessada em pesquisar e exaurir as possibilidades de vida do homem na terra e fora dela, segundo eles, por meio da utilização sábia e racional de sua herança milenar de conhecimento esotérico (interior) e das faculdades mentais e intelectuais que possuem. Eles procuram sempre ressaltar, publicamente, que a Ordem Rosacruz não é uma religião, é apenas uma entidade de serviço, mesmo possuindo templos, altares, rituais, velas, incenso, vestes apropriadas para as cerimônias, batismo de crianças, cerimônias fúnebres e doutrinas religiosas. Declaram:

Já disseram que o trabalho Rosacruz se torna uma religião para alguns de seus membros. Isto é verdade desde que com isto não se queira dizer que a Ordem se transforme em igreja. Aos Rosacruzes se pede que freqüentem as suas respectivas igrejas, e que cooperem no bom trabalho que estão realizando; ao mesmo tempo, porém, os ensinamentos de AMORC podem se tornar a religião de uma pessoa, seja ela metodista, presbiteriana, protestante episcopal, católica romana ou de qualquer outra seita.3

O interesse da Ordem é que a pessoa continue firme nos estudos iniciados, admitindo que alguém possa ser fiel aos seus ensinos e fiel à sua religião:

Separa o estudante, os ensinamentos Rosacruzes tiverem se tornado sua religião, deixe que eles permaneçam assim, como coisa pessoal, apenas seus, e não permita que um gesto ou uma palavra de sua parte possa sugerir a alguém que prefere permanecer afastado das igrejas devido aos seus estudos Rosacruzes. Poderá ser leal a ambos; auxiliar a ambos e, ao mesmo tempo, servir a Deus e prestar maior auxílio a humanidade através desses dois canais.4

Ademais, os Rosacruzes afirmam que não constituem uma sociedade religiosa cristã:

Se a Ordem Rosacruz fosse uma organização puramente cristã, isto significaria que em todas as terras onde outras religiões fossem aceitas, os Rosacruzes teriam de ser cristãos. Esta não é a verdade.5

Finalmente, a Ordem Rosacruz confessa sua condição de sociedade religiosa, declarando que o seu membro é tolerante em sua religião:

Religião – O conhecimento de Deus e de Suas manifestações suscita real devoção religiosa da parte dos Rosacruzes, e o místico é sempre um sincero estudante de teologia básica. Todavia, além de se associar a igrejas sectárias a fim de auxiliá-las na importante obra que estão realizando, o Rosacruz é liberal e tolerante em sua religião e vê Deus em tudo e em cada uma de Suas criaturas.

Resposta Apologética:

Como vemos, embora negando e depois afirmando, os Rosacruzes confessam ser uma religião, mas destacam que não se trata de uma religião cristã.

A Bíblia ensina que não existe possibilidade de alguém servir a dois senhores (Mt 6.24) e que não devemos nos colocar debaixo de um jugo desigual com os infiéis (2 Co 6.14-17), notoriamente uma sociedade ocultista.

O ensino de que toda crença é aceitável a Deus se for praticada com sinceridade não está correto, pois nas Escrituras encontramos que Deus não aceita qualquer tipo de adoração: em Gênesis 4.3-7 vemos dois irmãos, Abel e Caim, oferecendo culto a Deus. O oferecimento de Caim foi rejeitado e o de Abel foi aceito.

No Antigo Testamento, encontramos Deus exigindo adoração exclusiva:

Não terás outros deuses diante de mim. Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra (Êx 20.3-5).

E no Novo Testamento as palavras de Jesus foram: E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento (Mt 22.37).

Só existe um meio aceitável de adorar a Deus (Jo 4.23-24; 14.6) e os demais são inconvenientes e impróprios (Mt 7.13-14).

4.1- LIGAÇÃO COM A MAÇONARIA

Assim como a Maçonaria, a Ordem Rosacruz se intitula uma sociedade secreta: Da forma como a Maçonaria se intitula uma sociedade secreta, assim a Ordem Rosacruz também se qualifica da mesma forma. E na Maçonaria, existe o 18º grau do rito escocês e o 7º do Rito Moderno ou Francês, com o titulo de Rosacruz.7

No século 18, deu-se o título de Rosacruz a todas as entidades que afirmam ter relações secretas com o mundo invisível.

Da mesma forma como a Maçonaria nega sua condição de entidade religiosa, assim o fazem os Rosacruzes. Pode-se afirmar, entretanto, que o rosa crucianismo é um tipo de sociedade religiosa eclética ou sincrética, pois admite em seu quadro de associados pessoas de todas as religiões.

Os Rosacruzes têm seu templo, sua loja do lar, seus sinais de reconhecimento, suas palavras de passe e apertos de mão, têm também diversos graus e há cerimônias especiais para a entrada nesses graus, demonstrando assim todo um processo ritualístico religioso.


  • Leia também


    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia

    ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Caixa Postal 64.098 - CEP 22011-970 - Rio de Janeiro - RJ. CNPJ 08.987.618/0001-07

    © 2017 - 2020. Todos os direitos reservados.

    Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com