ICP Responde



É verdade que já existe pornografia gospel?


Encontramos na Internet informações sobre a mais nova invencionice gospel. Em nome de uma pseudo-espiritualidade, surge retumbante, em nosso Brasil varonil, o movimento pornô gospel, onde filmes eróticos são produzidos para educação do povo de Deus. Segundo os organizadores da indústria cinematográfica “pornô cristã”, os filmes produzidos devem ser fundamentados no “maior respeito”. Para tanto, estabeleceram regras absurdas, tais como:

1. Retratar só casais matrimonialmente ligados em atos sexuais. Isso significa que quaisquer parceiros sexuais, em uma produção pornô cristã, devem ser marido e mulher, dentro e fora da tela. Todos os agentes devem ser casados na vida real e retratarem a vida real. E eles só devem ter relações sexuais com seus cônjuges.

2. Retratar o sexo no contexto de um casamento cristão. Os “atores” devem demonstrar (por ações, comportamentos e fala dos personagens) que são cristãos e que levam um estilo de vida cristã. E mais. Que têm um casamento no qual a fé é o ponto principal.

3. Não deve haver sexo extraconjugal, a não ser que seja para ilustrar as quedas de adultério. Os casais, em uma produção pornô cristã nunca devem ter relações adúlteras, a menos que seja para demonstrar que eles e seus parceiros sofrem e são punidos pelos seus pecados.

Além disso, o “cristianismo pornô” traz à realidade da Igreja de Cristo diversas práticas sexuais tidas como sodomitas, ménage à trois (sexo a três), sadomasoquismo, fisting, nudismo, só para citar algumas, como sendo um presente de Deus para a nossa vida.

Tudo isso é tão inacreditável que torna a pergunta válida. Recusamo-nos a acreditar que pessoas ditas cristãs promovam esse tipo de obscenidade. Temos plena convicção de que práticas como essas se opõem veementemente à mensagem do evangelho de Cristo Jesus. Cabe à Igreja de Cristo um posicionamento audacioso diante da promiscuidade que quer tomar conta do nosso país. Sem sombra de dúvidas, não devemos nos curvar diante da imoralidade que tem destruído parte da sociedade brasileira. Fomos chamados pelo Senhor a vivermos de modo absolutamente diferente dos que compõem esta geração. Compromisso com a moral, com a decência e com a santidade deve fazer parte da vida daqueles que nasceram de novo, levando-nos a exalar sobre os que se encontram em estado de putrefação espiritual o bom perfume de Cristo.


Por Renato Vargens

  • Leia também



    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso Teologia Online Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2019 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados