ICP Responde



Devemos guardar o sábado ou o domingo?


Alguns afirmam que o sábado foi trocado pelo domingo pelos cristãos.

O sábado era um dia especial para os israelitas, um dia dedicado à adoração no Templo. Com o passar do tempo, ao serem espalhados por todas as nações do mundo, os judeus permaneceram guardando a lei. As reuniões nas sinagogas costumavam acontecer no sábado. Além disso, esse era um dia específico para a adoração. E muito mais, era um sinal entre Deus e Israel (Êx 31.16,17).

Alguns afirmam que a Igreja apóstata mudou o dia da adoração de sábado para domingo, mas isso não é verdade. Também não é verdade que devamos adorar a Deus no domingo somente. O verdadeiro cristão deve adorar a Deus todos os dias igualmente. E nos dias que estiver de folga, seja ele qual for, poderá empenhar-se mais no evangelho, no discipulado, no estudo pessoal da Bíblia ou em qualquer outra atividade cristã. Não precisamos nos preocupar e fazer diferença entre sábado, domingo, ou qualquer outro dia, antes todos os dias são iguais – assim nos diz Paulo: “Um faz diferença entre dia e dia; outro julga iguais todos os dias. Cada um tenha opinião bem definida em sua própria mente. Quem distingue entre dia e dia para o Senhor o faz; e quem come para o Senhor come, porque dá graças a Deus; e quem não come para o Senhor não come e dá graças a Deus” (Rm 14.5,6).

Há quem afirme que devemos obedecer aos costumes de Moisés, inclusive a guarda do sábado, para sermos salvos – isso é uma grave heresia. Em Atos 15.1,2 somos informados de que alguns estavam pregando os costumes de Moisés, mas Paulo combateu tais falsos ensinos. Inclusive afirmou que os cristãos gentios que aderissem à guarda do sábado e à circuncisão estariam negando a salvação pela fé, e através das obras da lei ninguém será salvo (Ef 2.9). “Guardais dias, e meses, e tempos, e anos. Receio de vós tenha eu trabalhado em vão para convosco” (Gl 4.10,11). A salvação é adquirida através da fé em Cristo Jesus, que transforma o homem. Se recebemos tamanha salvação não devemos trocá-la por um sistema legalista, como ocorre com os adventistas. Devemos estar sempre prontos para adorar a Deus, “remindo o tempo”, em toda oportunidade adorar a Deus (Ef 5.16).


Por Gideão Ferreira Melo

  • Leia também



    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso Teologia Online Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2019 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados