ICP Responde



E havendo Deus acabado... descansou (Gn 2.2,3)


Ceticismo. Questiona a onipotência do Deus bíblico, afirmando ser inepto conferir tal atributo a um “ser” que se cansa.

Resposta apologética: O argumento empregado pelos céticos da Bíblia é infundado e pueril. O verbo hebraico, neste texto, significa, literalmente, “cessar” ou “terminar”, do qual se origina o termo shabbat, cuja tradução em português é “sábado” ou “dia de descanso”, o que é condizente com a satisfação de Deus diante ao que Ele havia realizado, como se constata em 1.31: “E viu Deus tudo quanto tinha feito, e viu que era bom...” Por outro lado, o testemunho de Jesus a respeito da obra (trabalho) divina atesta que não seria possível a um Ser espiritual, isento das fragilidades carnais humanas, necessitar de descanso — repouso físico (Jo 5.17).


  • Leia também



    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso Teologia Online Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2019 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados