ICP Responde



Tudo quanto se move, que é vivente, será para vosso mantimento (Gn 9.3)


Comentário apologético: Na doutrina Hare Krishna, comer carne é abominável, uma vez que os animais são criaturas vivas e Deus disse "Não matarás". Todavia, citar as Escrituras para fundamentar esse ensino é inútil, visto que foi é o próprio Deus quem deu os animais para alimento dos homens. Vejamos: o novilho era considerado a melhor de todas as carnes e, por esse motivo, reservado para as ocasiões mais festivas (Lc 15.23). O cabrito, ou bode (Lc 15.29). Algumas aves eram consideradas impuras para alimento (Dt 14.11-20), mas a perdiz, a codorniz, o ganso e o pombo podiam ser comidos. Os peixes, alimento predileto na Palestina, eram pescados em grandes quantidades no mar da Galiléia e no rio Jordão.

Depois de ter ressuscitado, Jesus preparou uma refeição matinal de peixe e pão em um braseiro junto à praia para alguns dos seus discípulos (Jo 21.9-13). A ovelha (ou cordeiro), além de ser usada como alimento, tinha outras utilidades; era um animal importante por sua carne, leite e gordura da cauda que, às vezes, chegava a pesar quase sete quilos. Na celebração da Páscoa, matava-se um cordeiro, que era comido em lembrança ao livramento da escravidão do Egito (Êx 12.1-28). A gordura era oferecida a Deus, por ser considerada a melhor parte ou a parte mais rica de um animal (Lv 3.16). Não podia ser comida em tempos primitivos. Mas, ao que parece, ignoravam essa lei quando os animais mortos eram usados apenas como alimento (Dt 12.15). Se aplicarmos o mandamento "Não matarás" aos animais, devemos aplicá-lo também aos vegetais, porque são seres vivos. Quanto à alimentação, o Novo Testamento ensina que todas as criaturas de Deus são boas para alimento quando recebidas com gratidão (1Tm 4.35).


  • Leia também



    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso Teologia Online Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2019 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados