ICP Responde



Mas pelo meu nome, Senhor [Jeová], não lhes fui conhecido (Êx 6.3)


Mormonismo. Alega que Jesus é Jeová, pois só Jesus apareceu a Abraão (Jo 8.56-58).

Resposta apologética: Os cristãos ortodoxos também crêem que Jesus é Jeová, mas não é este o caso. Enquanto nós, os evangélicos, entendemos que o nome Jeová é um dos nomes dos Deus triúno - Pai, Filho e Espírito Santo, os mórmons crêem totalmente diferente: que Jesus é Jeová e o Pai de Jesus é Elohim. Idealizam as três pessoas da Trindade como três deuses separados, com a única diferença de serem unidos em propósitos e pensamentos. Enquanto os cristãos compreendem que Elohim e Jehovah, traduzidos, respectivamente, por Senhor e Deus, são nomes diferentes para o único Deus verdadeiro, os mórmons acreditam que cada um destes nomes designa um deus diferente. Entretanto, um exame mais detalhado do contexto mostra que Elohim e Jehovah são um e é o mesmo Deus dos hebreus.

Gênesis 2 refuta esta distinção arbitrária. Vejamos o que diz o versículo 4: "... no dia em que o Senhor Deus fez a terra e os céus". Quando Jacó disse a Isaque: "Porque o Senhor teu Deus...", a tradução literal é: "Porque Jehovah teu Elohim..." (Gn 27.20). Todavia, o maior obstáculo para os mórmons é o shema judaico de Deuteronômio 6.4, que diz: "... o Senhor nosso Deus é o único Senhor". Na língua original hebraica, a versão literal desse texto é: "Jeová, nosso Elohim é o único Eloim". Por desconhecerem as línguas originais da Bíblia, os mórmons inventaram essa separação absurda entre Eloim e Jeová, criando, com isso, dois deuses separados.


  • Leia também



    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso Teologia Online Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2019 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados