ICP Responde



Não adulterarás (Êx 20.14)


Mormonismo. Em sua concepção, ter várias esposas não é adultério. Adultério seria tomar esposas de outros homens, já casados.

Resposta apologética: Isso não é verdade. Os dois exemplos constituem pecado. Em seu livro, Doutrinas e convênios, os próprios mórmons nomeiam a poligamia de adultério. Vejamos: “Amarás a tua esposa de todo o teu coração e a ela te apegarás e a nenhuma outra. E aquele que olhar uma mulher para a cobiçar, negará a fé e não terá o Espírito; e se não se arrepender será expulso. Não cometerás adultério. E o que cometer adultério, e não se arrepender, será expulso. Mas o que haja cometido adultério e se arrepender de todo o seu coração, e o abandonar; e não mais o cometer; tu perdoarás” (D&C 42.22-24). O Livro de Mórmon também é contra a poligamia (Mosias 11.1-2; Jacó 2.24-27). A ordem de Deus era: “Tampouco para si multiplicará mulheres, para que o seu coração não se desvie...” (Dt 17:17). O fruto da poligamia resultou sempre em tragédias para os servos de Deus ao longo da história bíblica. À luz do Novo Testamento, essa prática é inadmissível (1Tm 3.2; Tt 1.6).


  • Leia também



    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso Teologia Online Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2019 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados