ICP Responde



Se um ferir uma mulher grávida (Êx 21.22,23)


Comentário apologético: A Palavra de Deus considera a vida de um feto como a vida de um adulto. Logo, não temos aqui uma brecha para que o aborto seja aceito. Pelo contrário. O objetivo da multa imposta a quem provocasse um parto prematuro era auxiliar a mulher em suas dificuldades. Mas se do parto sobreviesse morte, não se aceitaria reparação financeira: seria “vida por vida”. É importante notar que, no original, a palavra empregada neste contexto é yatsa, que significa, literalmente: “sair” ou “dar à luz”. Não tem o sentido de aborto voluntário.


  • Leia também



    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso Teologia Online Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2019 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados