ICP Responde



E fez dele um bezerro de fundição (Êx 32.4)


Esoterismo. Afirma que o Antigo Testamento contém muitos textos referentes à adoração astrológica planetária. O bezerro de ouro, fabricado por Arão, foi baseado na astrologia egípcia do deus Taurus, o touro (32.1-35).

Resposta apologética: Israel foi bem advertido quanto à proibição dessa prática. No Antigo Testamento, os adivinhos, e todos os que os consultavam, deviam ser apedrejados, como podemos observar nos textos que seguem: a.) “Não vos virareis para os adivinhadores e encantadores; não os busqueis, contaminando-vos com eles. Eu sou o SENHOR vosso Deus” (Lv 19.31); b.) “Quando alguém se virar para os adivinhadores e encantadores, para se prostituir com eles, eu porei a minha face contra ele, e o extirparei do meio do seu povo” (Lv 20.6); c.) “Quando, pois, algum homem ou mulher em si tiver um espírito de necromancia ou espírito de adivinhação, certamente morrerá, serão apedrejados; o seu sangue será sobre eles” (Lv 20.27).

Alguns líderes religiosos e políticos de Israel se envolveram com a astrologia, mas Deus sempre levantava para si homens fiéis para que pudessem combater a prática da astrologia: “Também destituiu os sacerdotes que os reis de Judá estabeleceram para incensarem sobre os altos nas cidades de Judá e ao redor de Jerusalém, como também os que queimavam incenso a Baal, ao Sol, à Lua, e aos planetas, e a todo o exército dos céus” (2Rs 23.5).


  • Leia também



    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso Teologia Online Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2019 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados