ICP Responde



As minhas palavras não hão de passar (Mt 24.35)


Comentário apologético: Assim como muitos grupos religiosos, o espiritismo também anunciou ao mundo um novo evangelho: O evangelho segundo o espiritismo, considerado a terceira revelação da lei de Deus. Todavia, no versículo em referência, o Senhor está nos alertando quanto à vigilância. Ou seja, devemos entender as suas palavras como uma revelação que jamais será alterada, em contraste com as coisas da natureza, que hoje existem e amanhã já mudam, morrem ou deixam de existir. Em outras palavras, este versículo é a declaração cristã da "validade eterna" da Palavra de Deus.

Rememorando a advertência de Paulo em 2Coríntios 11.4, fica explícito que "outro evangelho" é diferente daquele que o apóstolo anunciou. Aos gálatas, Paulo foi mais intenso ao dizer: "Ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema" (Gl 1.8). A Palavra de Deus está "fechada", "pronta", "concluída". E nada do que é necessário para preparar o homem de Deus foi deixado de fora (2Co 3.16,17).


  • Leia também




    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia

    © 2017 - 2020 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados.

    Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com