ICP Responde



Se clamares por conhecimento (Provérbios 2.1-11)


Resposta apologética: O texto em análise aponta para um contra-senso agnóstico, que declara haver provas negativas e positivas quanto à existência de Deus, porém, todas inconclusas. Seguindo este conceito, não crê nem deixa de crer, além de, baseado ainda nesta suposta subjetividade de Deus, adotar a “ausência de conhecimento” como a melhor forma de lidar com o desconhecido. E, por adotar esta postura, suscita oposição tanto ao ateísmo quanto ao teísmo.

O conceito agnóstico aqui definido fala sobre o desprezo de seus adeptos quanto a qualquer forma de conhecimento tido por eles como subjetivo, mas em especial o conhecimento de Deus.

Na seqüência bíblica em destaque, mais precisamente no versículo 2, podem ser verificadas as condições para que o conhecimento (de Deus) seja incutido na limitada mente humana. Uma terceira condição (v. 3) contradita a tese agnóstica, por qualificar o conhecimento como dádiva do próprio Deus, que poderá ser “entendido” por aqueles que buscarem do Senhor esta virtude (v. 5). Nos versículos 6 a 9, Salomão mostra que o puro conhecimento vem do Senhor (v. 8), e encerra a revelação ao explicar que quem se compraz com o conhecimento (de Deus) é conservado pela inteligência (v. 11).


  • Leia também




    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2020 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados


    Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com