ICP Responde



Por isso, desde hoje, te constituímos sumo sacerdote de tua nação e te damos o título de amigo do rei (1 Macabeus10.20)


Catolicismo Romano. O texto apócrifo registra a consagração de Jônatas como sumo sacerdote.

RESPOSTA APOLOGÉTICA. O rei Alexandre Balas, filho de Antíoco Epífanes (10.1), procede à ordenação com o intuito de fazer prevalecer sua oferta a Jônatas, em detrimento de Demétrio, outro rei que, segundo a narrativa, pretende aliar-se ao futuro sumo sacerdote. O escritor desse livro desconhecia ou ignorou que havia um procedimento padrão para a ordenação do sumo sacerdote, conforme previsto em Êxodo 29. Obviamente, uma consagração dessa natureza deveria partir do mandado divino e efetuada por alguém habilitado, o que não era o caso de Alexandre Balas. Outro procedimento atípico, envolvendo a postura de Jônatas, está relacionado ao objetivo para o qual fora consagrado sumo sacerdote, pois a atribuição exclusiva deste levita era cuidar da administração do santuário e não acumular, ao mesmo tempo, as funções atinentes aos artifícios militares: “Jônatas revestiu-se dos ornamentos sagrados, no sétimo mês do ano cento e sessenta, na Festa dos Tabernáculos. Reuniu um exército e fabricou muitas armas” (10.21).


  • Leia também




    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2020 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados


    Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com