ICP Responde



E ser-me-eis testemunhas (Atos 1.8)


Testemunhas de Jeová. Afirmam que são os únicos representantes de Jeová na terra, à exceção de Jesus.

Resposta apologética: Os seguidores de Jesus foram primeiramente conhecidos como testemunhas de Jesus, de acordo com as palavras do próprio Cristo: “ser-me-eis testemunhas”. Posteriormente, também foram chamados de cristãos (11.26) e seita dos nazarenos (24.5). A expressão “testemunhas de Jeová”, em Isaías 43.10, se refere aos hebreus. Os judeus e os gentios que compõem a Igreja (Ef 2.11,22) são testemunhas de Jesus. Os apóstolos pregaram como testemunhas de Jesus (4.18-20,32,33; 11.26; Ap 17.6). Paulo, antes de seu encontro com Cristo, perseguia as testemunhas de Jesus (26.9). Depois de sua conversão, no caminho de Damasco, passou também a ser chamado de testemunha de Jesus (9.15,16). A designação “testemunhas de Jeová” surgiu em 1931, numa convenção realizada em Columbus, Ohio, EUA. O segundo presidente da Sociedade Torre de Vigia, Joseph F. Rutherford, declarou que os russelitas tiveram uma revelação que lhes ordenava adotar o nome de Testemunhas de Jeová. Então, se autoproclamaram Sociedade do Novo Mundo.


  • Leia também




    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia

    © 2017 - 2020 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados.

    Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com