ICP Responde



Suas mulheres lhe perverteram o coração para seguir outros deuses (1 Reis 11.3)


Maçonaria. Declara que Salomão foi um adorador eclético e, por conta disso, justifica sua posição liberal em relação aos vários deuses adorados por seus adeptos.

Resposta apologética: Os maçons citam os versículos 5 e 7, omitindo, propositadamente, o verso 6, cujo conteúdo dirime a questão: “Assim fez Salomão o que parecia mal aos olhos do SENHOR; e não perseverou em seguir ao SENHOR, como Davi seu pai” (grifo nosso). É evidente, portanto, que a teoria maçônica não é correta.

Mormonismo. O profeta dos mórmons, Joseph Smith, disse ter recebido uma revelação do Senhor que apontava o casamento plural como sendo a vontade de Deus para a atualidade.

Resposta apologética:– A monogamia é o padrão de Deus para o casamento. De fato, a Bíblia registra a pluralidade dos casamentos de Salomão, mas exorta claramente quanto ao erro desse procedimento (v. 2). Temos diversas razões para que possamos entender assim: a.) Deus criou o casamento monogâmico como modelo (Gn 1.27; 2.21-25); b.) Esse modelo foi aviltado pelo pecado e pela insensibilidade do coração do homem (Gn 4.23); c.) A lei de Moisés ordena, de forma clara, que até mesmo os reis deveriam proceder corretamente quanto a esta questão (Dt 17.17); d.) O aviso contra a poligamia é repetido em outros relatos a respeito das esposas de Salomão (1Rs 11.2); e.) A intenção original de Deus foi reafirmada pelo Senhor Jesus, que enfatizou a necessidade de se seguir essa diretriz (Mt 19.4); f.) O Novo Testamento acentua a questão (1Co 7.2); g.) O apóstolo Paulo insistiu que um líder congregacional deveria ser marido de uma só esposa (1Tm 3.2-12); h.) O casamento monogâmico representa o relacionamento entre Cristo e sua Igreja (Ef 5.31,32).

A poligamia nunca foi estabelecida por Deus para qualquer pessoa ou sob qualquer circunstância. De fato, a Bíblia revela punições e conseqüências funestas. Vejamos: a.) A poligamia é uma das primeiras características encontradas no contexto de Gênesis, que relata o aparecimento de uma sociedade caída e rebelde ao Senhor (Gn 4.19, 23); b.) Em lugar de qualquer incentivo, encontramos exortações e denúncias quanto às suas conseqüências (Dt 17.17; 1 Rs 11.2); c.) Tanto a poligamia quanto o divórcio são registrados e suas leis codificadas, contudo, percebemos a insatisfação de Deus nesses assuntos (Dt 24.1; Ml 2.16; Mt 19.8); d.) O Senhor tem observado as desvantagens sociais que as mulheres têm sofrido e conclama que cada esposo trate sua respectiva mulher com consideração (1Pe 3.7).


  • Leia também




    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2020 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados


    Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com