ICP Responde



Porque já então eras nascido, e por ser grande o número dos teus dias (Jó 38.1-21)


Creciendo en Gracias. Usa este texto para afirmar que o homem possui uma preexistência.

Resposta apologética: Se analisarmos o texto em referência dentro de seu contexto, veremos que não ensina tal coisa. O versículo 1 começa assim: “depois disto”, ou seja, depois da defesa que Jó apresentou nos capítulos 26 ao 31. No versículo 3, é usada uma curiosa palavra para “homem”: gebher (V. tb. 40.7), cujo significado é: “homem forte”, “guerreiro”, enfatizando força ou habilidade para lutar (Augustus Strong).

Diz certo comentarista: “A palavra descreve o homem, não na sua fragilidade, mas na sua força, o homem como combatente. Jó empregara repetidamente palavras que pareciam dar a entender que Deus encontraria nele um digno combatente (31.35-37;13.22). Ironicamente, Deus lembra-lhe essas palavras, ordenando-lhe que cinja os seus lombos como homem (gebher). Mas não tarda que a frágil e humana criatura se prostre em humílima confissão de indignidade ante à nova revelação do poderoso Criador (42.6)” —Novo Comentário da Bíblia.

Portanto, o que Deus está enfatizando é a fragilidade humana de Jó. A oração do versículo 21 é de teor altamente irônico e não prova que Jó teve uma suposta preexistência. Tanto é assim que o próprio patriarca reconhece o seu erro (40.3-5; 42.2,3). Esse era o modo de interrogar pelo qual Sócrates levava o interlocutor ao reconhecimento de sua própria ignorância, também chamado de “ironia socrática” (Aurélio).


  • Leia também




    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2020 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados


    Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com