ICP Responde



E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome (Mateus 4.2)


Viver de Luz. O jejum, para os adeptos dessa seita, seria a iniciação de uma vida isenta de alimentos e, devido aos textos da Bíblia a respeito do jejum, acreditam que o seu movimento possui fundamentos bíblicos.

Resposta apologética: A prática do jejum nada tem a ver com ficar para sempre sem comida ou bebida. O jejum era uma forma de consagração a Deus em momentos de crise e reflexão (Mt 6.16-18). Nunca foi incentivo a uma iniciação para se parar de comer. Esta idéia foi inventada. Não tem respaldo bíblico. Ainda segundo a Bíblia, Jesus, ao olhar para certa multidão faminta, deu a seguinte ordem aos seus discípulos: “Dai-lhes vós de comer” (14.16).


  • Leia também




    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia

    ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Caixa Postal 64.098 - CEP 22011-970 - Rio de Janeiro - RJ. CNPJ 08.987.618/0001-07

    © 2017 - 2020. Todos os direitos reservados.

    Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com