ICP Responde



E perdoa-nos as nossas dívidas (Mateus 6.12)


Universalismo. Propaga a crença de que todos serão salvos, indistintamente. Baseia seu ensino na verdade de que Deus é amoroso, logo, não teria planejado um lugar de padecimento e tormento eternos para os céticos e desobedientes.

Resposta apologética: O contexto do texto em referência mostra Jesus apresentando um exemplo (e não uma fórmula) de oração ao Pai. Uma oração objetiva e abrangente, por meio da qual Jesus expõe, de forma cristalina, a realidade da “dívida humana” para com Deus, de onde se infere que, havendo dívida, igualmente haverá reclamação do credor – Deus. Dado este conceito, fica desamparada a tese de que não existe uma punição, porque a “dívida” do homem, de alguma forma, será paga, visto que Deus, dentro do conceito bíblico, é extremamente justo (Dt 32.4; 1Jo 1.9).


  • Leia também




    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia

    © 2017 - 2020 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados.

    Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com