Ilustração



“Dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai” (Ef 5.20)


Qualquer que seja o tipo de mal que nos sobrevenha, se estivermos em Deus e cercados por Ele como por uma atmosfera, o mal tem de passar por Ele antes de chegar a nós. Portanto, devemos agradecer a Deus por tudo o que nos acontece. Não pelo pecado que haja no fato, mas pelo o que Deus trará por meio dele. Que o Senhor Deus possa fazer de nossas vidas uma ação de graças contínua e um perpétuo louvor. Somente então o Senhor tornará todas as coisas em bênção.

Certa vez, vimos um homem desenhando uma porção de pontos pretos. Ficamos olhando para eles e não conseguíamos ver nada, senão um agrupamento irregular de simples pontos pretos. Mas, depois, ele traçou umas linhas verticais sobre os pontos, desenhou pausas e, por fim, fez uma clave no início. Então, percebemos que aqueles pontos pretos eram notas musicais. Tocando-as, descobrimos que era o hino “A Deus, supremo benfeitor, anjos e homens deem louvor”.

Há pontos pretos em nossa vida e não somos capazes de entender porque Deus permitiu tais coisas. Mas, se deixarmos que Deus tome a nossa vida e ajuste os pontos da maneira certa, trace as linhas que Ele quer, separe isto daquilo e coloque as pausas nos lugares próprios, o Senhor fará dos pontos pretos de nossa vida uma gloriosa harmonia.

Não impeçamos o Senhor nessa gloriosa obra! Muitas pessoas devem a grandeza de suas vidas às suas tremendas dificuldades (C. H. Spurgeon).

Quando o músico toca as teclas pretas do grande órgão, a música é tão doce como quando toca as brancas. Mas, para usar toda a capacidade do instrumento, ele precisa tocá-las todas.


Fonte: COWMAN, Lettie. Mananciais no deserto. 3a ed. São Paulo: Betânia, 2010 (devocional de 23 de julho).


  • Leia também

    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso Teologia Online Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2019 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados