Ilustração



Lições do pó de café


Uma filha se queixou para seu pai sobre a vida dela e sobre como as coisas estava difíceis. Ela não sabia mais o que fazer e queria desistir. Estava cansada de lutar e combater, sem nenhum resultado. Parecia que assim que um problema estava resolvido um outro aparecia.

Seu pai, um chefe de cozinha, levou-a ao seu local de trabalho. Ali, encheu três panelas com água e colocou cada uma delas em fogo alto. Em uma, ele colocou cenouras; em outra, ovos; e, na última, pó de café. Deixou que tudo fervesse sem dizer uma palabra, só olhava e sorria para sua filha enquanto esperava.

A filha deu um suspiro e esperou impacientemente, imaginando o que ele estaria fazendo. Cerca de vinte minutos depois, ele apagou a boca do fogão. Retirou os ovos e os colocou em um recipiente, pegou as cenouras e as colocou em um prato e, finalmente, pegou o café com uma concha e o colocou em uma tigelinha.

Virando-se para a filha, perguntou:

— Querida, o que vê?

Ao que ela respondeu:

— Ovos, cenouras e café.

Ele a trouxe para mais perto e pediu-lhe para experimentar as cenouras. Ela obedeceu e notou que as cenouras estavam macias. Então, pediu-lhe que pegasse um ovo e o quebrasse. Ela obedeceu e, depois de retirar a casca, verificou que o ovo endurecera com a fervura. Finalmente, ele lhe pediu que tomasse um gole do café. Ela sorriu ao provar seu aroma delicioso.

Surpreendida e intrigada, a filha perguntou:

— O que isto significa, pai?

Então, ele explicou que cada um deles havia enfrentado a mesma adversidade: água fervendo. Só que haviam reagido de maneiras diferentes.

A cenoura entrara na água, forte, firme e inflexível, mas, depois de ter sido submetida à água fervendo, amolecera e se tornara frágil.

Os ovos entraram na agua frágeis. Sua casca fina havia protegido seu líquido interior, mas, depois de terem sido fervidos na água, seu interior se tornou mais endurecido.

O pó de café, contudo, era incomparável. Depois de ter sido colocado na água fervendo, ele havia mudado a água.

Em seguida, perguntou à sua filha:

— Qual dos três elementos é você?

E prosseguiu ele:

— Quando a adversidade bate à sua porta, como você responde? Você é do tipo cenoura, ovo ou pó de café? Você é como a cenoura, que parece forte, mas com a dor e a adversidade, você murcha e se torna frágil, e perde sua força? Ou será que você é como um ovo, que começa com um coração maleável, com um espírito fluido, mas depois de alguma morte, uma separação, uma doença ou uma demissão, você se torna mais difícil, duro e inflexível? Ou será que você é como o pó de café? O café muda a água fervente, o elemento que lhe causa a dor. Quando a água chega a ponto máximo de sua fervura, ele consegue o máximo de seu sabor e aroma.

Que Deus nos faça como o pó de café. Quando as coisas ficarem ruins, que Deus nos ajude a reagir de forma positiva, nos tornando melhores sem nos deixarmos vencer pelas circunstancias:

“Mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência, e a paciência a experiência, e a experiência a esperança. E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado” (Rm 5.3-5).


  • Leia também

    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso Teologia Online Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2019 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados