Religiões



Catolicismo


A Igreja Católica Apostólica Romana não é uma seita no sentido restrito do termo, mas um dos segmentos do cristianismo que incorporou em sua doutrina e prática uma série de elementos contrários aos ensinos das Escrituras. Esses elementos foram sendo acrescentados ao longo de vários séculos por diferentes personagens e sancionados pelos líderes da Igreja.

Embora o credo mais resumido do catolicismo seja ortodoxo, aceita, porém, a tradição da Igreja como tendo a mesma autoridade da Bíblia. Dessa forma, os desvios acrescentados ao longo do tempo passaram a ser dogmatizados sem o apoio da Palavra de Deus.

Entre os principais erros do catolicismo, encontram-se: o dogma da imaculada conceição (que afirma que a mãe de Jesus foi concebida sem pecado), a infalibilidade papal e o próprio papado como instituição cristã, o culto a Maria e aos santos (culto este que, no catolicismo popular, assume um caráter fetichista e politeísta), o purgatório (um ensinamento não-bíblico da doutrina pós-morte) e a missa (uma repetição incruenta do sacrifício de Cristo).

A salvação, no catolicismo romano, tornou-se uma obra meritória, alcançada pelas penitências e aplicação dos sacramentos. Batismo, crisma, confissão e extrema-unção funcionam como cerimônias que comunicam perdão dos pecados. A participação nos ritos da Igreja é fundamental

Em termos práticos, a intercessão pelos mortos, o culto a imagens e, em um passado não muito distante, a veneração de relíquias são elementos estranhos ao cristianismo e largamente difundidos.

A Igreja Católica se coloca como única detentora da verdade divina, fora da qual não existe salvação.


  • Leia também

    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2020 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados


    Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com