Verbo



Mãos à obra!


De modo nenhum o cristão pode ficar parado, estático, na obra do Senhor. Para tanto, ele precisa ser impulsionado, caso contrário, ficará enferrujado. A iniciativa deve partir da liderança, que, junto com todos os membros do corpo de Cristo - a Igreja - deve arregaçar as mangas e... mãos à obra!

Quando, unidos, os cristãos trabalham em favor dessa gigantesca obra, contribuem mutuamente para fortalecer uns aos outros, e isso em todas as áreas. Contribuem para fortalecer, principalmente, os líderes, cuja missão não é outra senão mobilizar o potencial de seus liderados para a expansão do reino de Deus aqui na terra.

Tudo deve ser feito para que todos os crentes, independente de sua cor denominacional, tenham a oportunidade de contribuir, com entusiasmo e perseverança, para o desenvolvimento de uma igreja firmada na Bíblia e no evangelismo pessoal, com um progresso integral, caracterizado pela confiança em Deus e pela certeza de que, com a difusão dos ensinamentos da Palavra, hão de alcançar o cumprimento literal das profecias bíblicas que indicam o retorno do Noivo (Jesus) para buscar os escolhidos, aqueles que de fato estão envolvidos e comprometidos com a Palavra de Deus.

Todas as atitudes e decisões cristãs devem servir para promover o desenvolvimento da igreja, ou seja, sua relação com Deus. Em outras palavras, cada cristão deve ser consciente de sua responsabilidade em promover o reino de Deus entre os homens. Todos têm participação nesta gigantesca obra.

O cristão que gera dividendos para a obra não se forma de uma hora para outra. Cada membro do corpo de Cristo deve começar a ser discipulado, instruído em como trabalhar corretamente na obra, a partir do momento em que ele aceita a Jesus como seu único e suficiente Salvador. Somente assim irá produzir furtos em toda e qualquer esfera da vida.

Logo, o trabalhador que atua na obra de Deus deve ser uma pessoa salva, que entende perfeitamente a missão de produzir frutos em cada ambiente que convive e, com isso, conquistar o grande prêmio que nos espera na eternidade.


Por Antonio Fonseca


  • Leia também

    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso Teologia Online Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2020 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados