Apologética



Maçonaria – Parte 03 – Influência da Maçonaria


Sabemos que os maçons desempenharam um papel fundamental na Revolução Francesa – Queda da Bastilha, inspirados nos ideais de liberdade, igualdade e fraternidade.

A influência dos maçons nos EUA sempre foi muito grande. Das 33.700 lojas que possuem em todo o mundo, 15.300 lojas estão nos EUA. Mais de 14 presidentes norte-americanos foram maçons, entre eles: George Washington, James Monroe, Andrew Jackson, James Garfield, Howard Taft, Franklin Delano Roosevelt, Harry Truman e Gerald Ford, entre outros.

Na religião, mesmo com a oposição da Igreja Católica, os maçons estão presentes. Estão também presentes entre fundadores de seitas mundiais, como as Testemunhas de Jeová e o mormonismo. O fundador das Testemunhas de Jeová, Charles Taze Russell, teve ligações com a maçonaria, segundo Fritz Springmeier, em sua obra “The Watchtower and the Masons – A Torre de Vigia e os Maçons”. Justifica isso pelo fato de Russell haver pregado em lojas maçônicas, haver em seu túmulo uma pirâmide, e o uso da cruz dentro da coroa como logotipo da Sociedade Torre de Vigia impresso nas edições da revista The Watchtower – a atual A Sentinela até 1930.

Na Igreja dos Santos dos últimos Dias – Igreja Mórmon, a maçonaria está presente ainda hoje, através de ritos e símbolos. No começo, muitos maçons proeminentes tornaram-se mórmons.

Assim como em outros países, ninguém pode negar os relevantes serviços que a maçonaria tem prestado ao Brasil. A influência da maçonaria na história do Brasil tem sido grande. A Inconfidência Mineira foi na casa de Silva Alvarenga, onde se formou uma academia literária, que era uma loja maçônica. Nela foi iniciado Tiradentes. A bandeira da Inconfidência tinha o dístico libertas quae sera tamem e o triângulo maçônico.

Foi sob inspiração maçônica que a revolução republicana de 1817, em Pernambuco, teve início. Esse movimento fez D. João VI decretar a proibição da maçonaria. Gonçalves Ledo e José Bonifácio com outros maçons tramaram a independência do Brasil. Um mês após proclamar a independência, D. Pedro I foi aclamado Grão-Mestre Geral da Maçonaria no Brasil. E o marechal Deodoro ocupava esse cargo ao proclamar a República, em 1889. A maçonaria esteve presente desde a independência do Brasil à Proclamação da República de nosso país.

Hoje a maçonaria tem uma influência muito grande no Brasil e no mundo: são cerca de seis milhões no mundo, em mais de 164 países, e cerca de 150 mil no Brasil. Há uma quantidade grande de parlamentares, altos funcionários do governo, líderes religiosos, muitos empresários e membros de outras elites. Na inauguração do novo Palácio Maçônico de Brasília do Grande Oriente do Brasil, compareceram 120 parlamentares além do então ministro da Justiça, Maurício Correia.


Curso de Apologética Online Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia

ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Caixa Postal 64.098 - CEP 22011-970 - Rio de Janeiro - RJ © Todos os direitos reservados. 2021


Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com