ICP Responde



Fazendo-se igual a Deus (João 5.18)


Testemunhas de Jeová. Dizem que os judeus interpretaram erroneamente a declaração de Jesus, quando disse que era o Filho de Deus e igual a Deus, por isso quiseram matá-lo.

Resposta apologética: A palavra grega para igual é ison, que significa “exata igualdade”. Os judeus condenaram Jesus à morte e o denunciaram a Pilatos por ter reivindicado igualdade de natureza com o Pai (19.7). O título “Filho de Deus” era sinônimo de deidade absoluta e Cristo, ao apropriar-se, de modo exclusivo, desse título, estava dizendo que possuía natureza única com o próprio Deus, por isso deixou-se crucificar (Mt 26.63-65).

Se, como dizem as Testemunhas de Jeová, que tal situação era resultado de uma interpretação errônea dos judeus, é estranho que Jesus nunca os tivesse corrigido ou protestado contra eles, deixando-se crucificar.

A confirmação de que Jesus reivindicava a posição de igualdade de natureza com o Pai encontra-se no versículo 23, onde reclama honra igual a honra tributada a Deus, que é a adoração. E Jesus recebe a mesma honra no céu, ao lado do Pai (Ap 5.11,12). Aqueles que pensam diferente, e procuram rebaixar a posição de igualdade de Jesus com o Pai, devem considerar a declaração dos textos de 1João 2.22,23; 5.20.


Curso de Apologética Online Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia

ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Caixa Postal 64.098 - CEP 22011-970 - Rio de Janeiro - RJ © Todos os direitos reservados. 2021


Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com