ICP Responde



Eu sou a verdade (João 14.6)


Comentário apologético: O relativismo ensina que todos os caminhos levam a Deus. Os pontos de vista religiosos de cada pessoa são tão válidos quanto quaisquer outros. Tanto o cristão quanto o muçulmano e o budista estão apenas trilhando caminhos diferentes em direção ao mesmo Deus. Admitimos que certos aspectos positivos do relativismo são válidos. Afinal, o que é certo para uns pode ser errado para outros. Ou seja, algumas coisas são relativas. Mas isto não é válido o bastante para dizer que, pelo fato de haver um tipo de relativismo pessoal, então podemos estendê-lo e aplicá-lo a todos os aspectos da fé. Não é uma suposição válida nem lógica. Jesus não era partidário das idéias relativistas, tampouco se referiu como um dos caminhos, mas como “o caminho” absoluto (único) para irmos a Deus. O que significa dizer que todos os demais são desvios inventados pelo homem (Pv 14.12). Além disso, esses desvios nascem da exposição doutrinária de cada religião. A doutrina é o elemento determinante para revelar o caminho que o adepto seguirá. Sabendo que as doutrinas das grandes religiões se excluem mutuamente, não cremos que Deus esteja guiando essas pessoas por caminhos tão diferentes e conflitantes (Rm 9.33).


Curso de Apologética Online Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia

ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Caixa Postal 64.098 - CEP 22011-970 - Rio de Janeiro - RJ © Todos os direitos reservados. 2021


Ícones feitos por Freepik from www.flaticon.com